Quem sou eu

Minha foto
Treinador de Futsal, Graduado em Educação Física - UFMG, Especialista em Futsal e MBA em Gestão de Pessoas

domingo, 27 de julho de 2014

Era uma vez o País do Futebol…..

 

 

E acabou a Copa 2014, e com ela um turbilhão de sentimentos, que com o passar do tempo tomam clareza.

Nasci  e cresci no que chamávamos País do Futebol, como qualquer outra criança brasileira andava agarrado a uma bola , jogava na escola, na garagem do Prédio, no quarto, no sítio da família, às vezes somente chutava bola no meu Pai, que era um grande incentivador (devo muito da minha paixão ao Esporte a ele). Assim como eu, vários da minha geração também viveram isso. Cresci, me envolvi com o Esporte, que hoje se tornou uma profissão e me deu oportunidades de viajar para outros Países.

Lá, pessoas que mal me conheciam se aproximavam e me respeitavam somente por eu ser Brasileiro e ainda Treinador, afinal estavam próximos ou em contato com alguém do País que era referência na modalidade.  E além disso, trabalhava com o Esporte por lá!

Apesar de rotineiramente ser tratado como um cidadão subdesenvolvido, por vir de uma nação com essas características, ainda sim era muito querido e admirado. Ser Brasileiro fazia uma enorme diferença!

E percebia que apesar dos problemas enfrentados por aqui, ainda sim tínhamos o nosso valor, éramos reconhecidos em algo!

Mas, o País do futebol perdeu sua hegemonia….

imagesH3SUSIKW

Na última Copa, fomos uma BANDO de jogadores e não uma EQUIPE!

Sem entrar no mérito do nosso desempenho, até porquê acredito que a ´´tragédia´´ acontecida vai muito além do Campo.É necessário mais do que ´´`Pai´´ para que possamos formar uma ´´família´´, e essa ainda tem que utilizar de toda sua capacidade de interagir e de cooperação para resolver alguns problemas.

Afinal, o jogo é COLETIVO! Hoje quando se discute as formas de ensinar, a primeira coisa que se reconhece é que não se pode ensinar o Futebol como se fosse um esporte Individual (como se fazia antigamente) onde a técnica era o objetivo de ensino, mas o que se vê por ai é que se joga um jogo completamente individualizado por aqui, com esperanças em alguns jogadores que podem fazer alguma diferença e que não passam a bola para ninguém!!!!!!!!!! Um absurdo!!!

Mas, acredito que muito além disso, perdemos para o Planejamento, para a visão sistêmica, para a organização da Prática, para quem sabia para onde estava indo…O futebol Brasileiro está QUEBRADO!!!! E quando digo quebrado, em todos os sentidos que essa palavra pode representar!

E acredito que o desastre ocorreu também por tratar o esporte assim como outras coisas por aqui com uma visão ´´subdesenvolvida´´ e medíocre. Afinal, aqui somos condicionados a nos tornarmos mero reprodutores das informações, não somos estimulados a analisar criticamente, ou a aprendermos a ´´gerir processos´´. Não somos preparados para administrar e sim para sermos técnicos (técnico aqui no sentido de adquirir algum conhecimento especifico em determinada área)

O que me perturba é que o sucesso conquistado no esporte deveria contaminar outros setores e influenciar de uma forma positiva. E o que vejo é justamente o contrário, a maneira que lidamos com tudo a nossa volta vem influenciando o que tínhamos de melhor….

Nosso orgulho está ferido! Quando se fala de Brasil hoje se associa a que?

Talvez  a um viaduto que caiu, com a naturalidade de enfrentar esse tipo de problema como um fenômeno natural, como Tsunami ou um Furacão…

Hoje vejo o Futebol como a Política, e um jogo como um Programa Eleitoral….

Um comentário:

  1. Ziquinho, boa tarde.

    Gostei muito do seu artigo, sou amigo do Beleti e do Luizão.

    Meu nome é Alexandre Germano, conhecido como Xandão.

    Tudo bem?

    Meu caro tenho um site sobre motivação e estou fazendo uma pesquisa sobre a importância do esporte na recuperação de pessoas com depressão.

    Vi em seu site que vc tem formação em educação fisica e preciso de uma orientação de um profissional.

    Topa em participar?

    Meu e-mail é acaomotivacao@gmail.com

    E o site é

    www.acaomotivacao.simplesite.com.br

    ResponderExcluir